Voluntariado e os microempreendedores acompanhados pela AdC

Já falamos aqui no Blog da AdC sobre a importância de possuir um programa de voluntariado próprio como força motriz do desenvolvimento humano integral, de modo que tanto os voluntários quanto os receptores do voluntariado sejam beneficiados. Se quiser saber mais sobre isso, leia o artigo A potência do voluntariado em tempos de crise.

Agora estamos aqui para te contar um pouco sobre a visão dos microempreendedores acompanhados pela AdC sobre seus relacionamentos com consultores voluntários. Uma das principais atividades que realizamos são as assessorias individuais e customizadas para cada tipo de empreendimento, por isso é justamente neste setor organizacional no qual temos mais voluntários envolvidos. No entanto, também contamos com voluntários importantíssimos à frente das capacitações coletivas. 

Como a metodologia da AdC é partir da realidade, pedimos para alguns microempreendedores contarem um pouco sobre a experiência que tiveram com os voluntários, tanto nas assessorias quanto nas capacitações. Algumas histórias valem a pena conhecer, pois com elas também é possível extrair aprendizados preciosos!

Fernanda Hitos, microempreendedora no ramo de biojóias, realizou recentemente uma reforma em seu ateliê e depois da assessoria com o voluntário Zé Maurício começou a se atentar mais à produção de conteúdo no Instagram. Atualmente, ela está mais ativa nas redes. Após as orientações, também conseguiu precificar seus produtos (o que não conseguia antes) e está realizando vendas pelo Instagram. As vendas que estavam estagnadas no começo de maio já apresentam uma melhora importante.

Quando perguntamos para Fernanda como foi exatamente essa experiência, vejam só o que ela contou: Foi riquíssima! O Zé, além de ser extremamente atencioso (durante e após a assessoria), tem muito conhecimento e domínio sobre a minha área de atuação. Deu dicas que trouxeram resultados rápidos, como por exemplos vendas pelo Instagram, coisa que não conseguia fazer até seguir algumas orientações dele.”

E o mais interessante nesses relacionamentos é quando nos damos conta que o próprio voluntário também pode aprender numa assessoria. O caso da Adriana Barros, microempreendedora no ramo editorial, é muito relevante para demonstrar a relação de “ganha-ganha” inerente aos programas de voluntariado bem desenvolvidos. Leiam este depoimento belíssimo e contundente:

“Declaro que foi muito positivo [receber assessoria]. Primeiramente, quanto a uma dica referente a atenção ao material que vou produzir para um Ciclo de Palestras (…). O Zé Maurício me ajudou a pensar melhor nesse assunto. Quanto ao outro  assunto (durante a assessoria, o Zé ficou ainda mais interessado no meu trabalho por ter uma afilhada autísita), foi super significativo! Eu pude colocar em contato uma profissional da saúde e uma terapeuta ocupacional, especialista em cuidados de pessoas cegas e baixa visão, com familiares do Zé. Foi uma grande troca!

Em relação às capacitações, temos uma série de depoimentos preciosos! São tantos que realmente é difícil escolher somente um, mas fizemos um esforço em buscar por um depoimento que juntasse o maior número de peças possível. Nessa busca, o depoimento da Andrea dos Santos, microempreendedora no ramo dos salgados (dizem que a coxinha dela é um sucesso!), emocionou a equipe da AdC. Ela nos conta da sua experiência em dois momentos diferentes, ambos com voluntários: Live do Ferreirinha e Capacitação “Mapeamento do mercado e estratégias de atuação”, ministrada pela voluntária da AdC Luiza Locatelli no interior do projeto “Realidade Empreendedora”, financiado pelo Instituto CPP.

“A aula da Luiza foi uma aula produtiva, pois ela falou das mudanças que estão ocorrendo no mundo e da importância na comunicação com os clientes (…)

E a gente tem que estar sempre disposto, temos que inovar e não podemos ficar parados no tempo. (…) A Luiza explicou que inovação gera crescimento (…) e isto me ajudou na prática, tenho buscado outras receitas de coxinha, algo mais fitness, estamos entrando nessa nova geração mais saudável, é a tendência. E eu pesquisei tudo isso por causa da aula! Testei vários recheios, alguns deram certos e outros não, mas é isso, insistir sem medo.

Sobre a aula do Ferreirinha [assista aqui a Live Travessia Desafiadora – Navegando em mares turbulentos] eu aprendi a importância em conhecer o cliente, de saber que a gente precisa tratar bem o nosso cliente, cuidar ainda com mais carinho! (…) Ele mostrou os doze mandamentos que estimulam o relacionamento com a venda e atendimento com os nossos clientes, e eu anotei tudo! Um dos que ele comentou é sobre falar menos e ouvir mais, hoje eu ouço mais meus clientes, e suas sugestões, além de entender que preciso compreender o  lado emocional também deles. (…) O Ferreirinha colocou “dar explicações ao invés de desculpas” e isso mudou muito minhas ações. 

Tudo o que tenho aprendido tanto com o Ferreirinha quanto com a Luiza eu estou botando em prática!”

Após termos contato com estes breves depoimentos, vemos o objetivo do nosso programa de voluntariado se concretizando ao transformar voluntários em agentes colaboradores do crescimento socioeconômico das comunidades, assim como do crescimento pessoal de cada um!

Gostou de conhecer essas histórias? Ficou interessado em participar no nosso programa de voluntariado? Não perca esse momento de inspiração e faça parte desta jornada ganha-ganha com a gente!

É bem simples participar: Envie um e-mail para contato@aventuradeconstruir.org.br com o título: Quero ser voluntário. No corpo do e-mail especifique a área que você pode apoiar (como gerenciamento de risco, marketing e finanças) e se tem preferência em empreendimentos de algum ramo específico (como moda, saúde e beleza, gastronomia, etc.). Depois disso, vamos conversar com você para alinharmos o treinamento, metodologia, como e para quem você irá fornecer uma assessoria voluntariamente! Para isso, temos um Guia Institucional do Voluntário especial para também compartilhar com você, caso queira compreender melhor. 

Para transformar realidades, começar por nós mesmos é um grande passo! E ser voluntário é mergulhar numa jornada de apoio, autoconhecimento e aprendizados capaz de transformar você e outras pessoas, fazendo a diferença e melhorando vidas!

Aventura de Construir