Doe agora

Tecnologia e cenários futuros: um olhar para os jovens

Observação, criatividade e flexibilidade: ferramentas para o fomento do protagonismo

Desde o seu início, um dos objetivos principais da Aventura de Construir foi capacitar o público-alvo com ferramentas cognitivas e práticas para encarar o mundo, promovendo entre os beneficiários uma atitude protagonista perante a vida e seus desafios. A identificação destas ferramentas vem da observação atenta da realidade específica dos nossos beneficiários, enquanto a sua aplicação acontece por meio da criatividade para gerar inovações e da flexibilidade para adaptar a oferta aos novos cenários de uma mudança de época.

 

Ampliando o público-alvo

O envolvimento dos filhos dos empreendedores em dois dos nossos projetos de formação no passado agregou conhecimentos e um maior suporte aos negócios dos pais, estreitando ao mesmo tempo os laços familiares na medida em que os jovens se sentiram úteis para a construção de um projeto familiar. Entendendo que se trata de um segmento social vulnerável, muitas vezes carente de oportunidades, principalmente nas periferias, decidimos investir mais neles durante este semestre. O objetivo é proporcionar uma oferta formativa adequada, original nos conteúdos e capaz de despertar jovens e adolescentes, respondendo a uma exigência crescente de orientação.

Inovação e autoconhecimento para encarar uma mudança de época

Após as propostas de um ciclo de oficinas em mídias sociais em 2016 e em finanças em 2017, pensamos propor uma orientação sobre autoconhecimento, inovação tecnológica e construção a partir do próprio contexto de periferia e de baixa renda. Nos quatro encontros planejados, os jovens e adolescentes terão a oportunidade de conhecer como as tecnologias estão mudando o mundo do trabalho, os cenários futuros em ralação às novas profissões e ainda de construir o próprio caminho profissional, graças a um trabalho de avaliação do próprio potencial. Convidamos dois profissionais de destaque como facilitadores: Vaney Fornazieri, Diretor Administrativo da SeePix Digital, com experiência no mundo da inovação digital e José Eduardo Ferreira Santos, Professor no Instituto de Psicologia da UFBA, pedagogo e desenvolvedor de projetos culturais na favela de Novos Alagados em Salvador da Bahia.

 

Uma proposta integral para o desenvolvimento integral da pessoa

Sendo a elaboração dos projetos da Aventura de Construir amarrada ao alcance dos ODS – Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (saiba mais aqui: https://aventuradeconstruir.org.br/2018-2030-enriquecendo-de-vida-a-agenda-para-o-desenvolvimento-sustentavel/), por meio destas formações contribuímos para o ODS n.4 (Educação de qualidade) na medida em que “aumentamos o numero de jovens com habilidades relevantes, competências técnicas para emprego, trabalho decente e empreendedorismo” e para o ODS n. 5 (Igualdade de gênero) “facilitando o acesso das jovens participantes às tecnologias de informação e comunicação e promovendo o empoderamento feminino”. A proposta das capacitações – realizadas gratuitamente e em bairros periféricos – assegura a “inclusão social, econômica e política de todos, independentemente da condição econômica”, com impacto no ODS n.10 (Redução das desigualdades). Levando conhecimentos de alta qualidade, fomentando a troca de informações e experiências em bairros carentes, contribuímos para o desenvolvimento econômico e social das nossas periferias – e das cidades como um todo – com incidência no ODS n.11 (Cidades Sustentáveis): “Proporcionar o acesso universal a espaços públicos seguros, inclusivos, acessíveis”.

 

Agregar sinergias, favorecer o dialogo e construir pontes: uma metodologia enriquecedora

Em 2018, decidimos aprofundar ainda mais os valores presentes na essência da Aventura de Construir desde o princípio, como o trabalho em rede e a “criação de pontes”. Nos demos conta que esta metodologia gera benefícios mútuos e enriquece a vida profissional e humana de ambas as partes. (ODS n.17 – Parcerias e meios de implementação). Por isso procuramos entre os melhores profissionais no mercado para oferecer uma proposta formativa de excelência e para iluminar o caminho destes jovens na construção do próprio futuro, profissional e humano.

 

 

Silvia Caironi