QUARENTENA, ISOLAMENTO, PORTAS FECHADAS… E AGORA?

Estamos vivendo um momento turbulento que temos que superar com criatividade e sem perder a esperança já para viver o presente.

A Aventura de Construir acompanha microempreendedores de perto desde 2013 e vimos a necessidade de nos aproximar ainda mais desses pequenos empresários durante a pandemia. Com o distanciamento social, nos reinventamos e nossas assessorias viraram virtuais, chamada de vídeo, telefonema, mensagem. Nos desdobramos para não abandonar aqueles que mais precisam durante a crise: a periferia.

“A Aventura de Construir não só me auxiliou, mas me trouxe muita informação e abriu muito minha mente. Me ensinou a fazer uma administração diária do meu empreendimento e trabalhar utilizando ferramentas como planilhas, não apenas mostrando as ferramentas, mas acompanhando nosso aprendizado. 

Não sei como agradecer….Porque na verdade vocês me dão força para poder passar essa fase difícil, que todos estamos passando. Com todo esse aprendizado vocês me deixam mais ocupada, fortalecem minhas ideias com as técnicas e também me dão força! Eu vejo uma solução real!”

Esse depoimento vem da Marcela, uma empreendedora de Pirituba que tem um salão de beleza e, receber esse tipo de mensagem nos surpreende porque entendemos que o nosso trabalho está surtindo um efeito transformador.

Principalmente nesse momento, a Associação percebeu a necessidade de estar perto dos microempreendedores, pois é um momento de incertezas para pessoas que dependem do seu negócio para sustentar sua família. Além de oferecer todo o suporte técnico, a Aventura de Construir está sempre atenta às oportunidades que surgem de projetos com parceiros para envolver nosso público. É o caso do projeto Protagonizai em parceria com a Fundação Tide Setubal.

“A Aventura de Construir vem me orientando em todos os sentidos, a organização funciona como um braço a mais no meu negócio, sempre pensando em soluções para me ajudar em questões administrativas e financeiras. Aprendi fazer orçamento e fluxo de caixa com eles. Me sinto tão acolhida que não tenho vergonha de fazer perguntas que parecem óbvias…. é tudo importante pra gente melhorar nosso negócio. Eles sempre escutam minhas idéias e me ajudam a dar fundamento para elas e concretizar isso com conhecimento.

E agora, nesse momento, me orientaram muito em relação a prevenção da pandemia. Me dão suporte e me apresentam coisas novas, como o edital Matchfunding Enfrente que estou concorrendo. Eu não conhecia sobre campanhas de financiamento coletivo e a Aventura de Construir não só me mostrou novas possibilidades para enfrentar esse momento difícil, como nos orientou para isso buscando sempre soluções concretas e possíveis.” Sabrina, empreendedora da Vila Aurora, dona de um mercadinho da região.

Estando mais próximos, enxergamos mais claramente as exigências primarias e, por isso, decidimos criar um Fundo Emergencial para ajudar microempreendedores que estejam em extrema dificuldade de manter seu negócio. Para doar é muito fácil, basta clicar aqui e fazer a sua doação. Desta forma vai contribuir com a continuação do sonho de um empreendimento próprio em regiões tão vulneráveis como as periferias, como nos testemunha o Reginaldo, que faz bolos na região da Vila Aurora, num áudio que nos enviou nesta semana.

“Oi pessoal da Aventura de Construir. Sou o  Reginaldo e participo da ONG Aventura de Construir e venho aqui demonstrar minha gratidão para vocês e contar um pouquinho da minha história. Eu tô muito satisfeito pelo que vocês andam fazendo pela gente.

O ano passado (2019) eu tinha um negócio de confeitaria e procurando inovar,  melhorar a forma de atender os clientes e  gerenciar melhor o meu negócio procurei Aventura de Construir. Participei de algumas capacitações e depois pedi para agendar uma assessoria. A assessora me acompanhou no final do ano para buscar uma forma de atrair mais clientes e aumentar as entradas. Nessa assessoria, foi orientado a identificar e registrar os gastos fixos e variáveis do negócio e quando eu fui calcular, percebi tava tendo prejuízo! Não tava tendo lucro do negócio, entendeu?

A assessora me orientou a estabelecer metas: até fevereiro eu tinha que chegar uma meta para poder continuar o negócio, só que em janeiro eu vi que eu não ia conseguir, então por causa de alguns mais mas alguns problemas que tava acontecendo, eu decidi fechar.

A ajuda da Aventura de Construir foi fundamental pra eu entender que deveria fechar meu negócio. Pois me orientaram a olhar de verdade a situação, colocar no papel, dados mesmo, números e não só achar… Só com os dados conseguir ver que não estava tendo lucro.

Depois que fechei, continuei trabalhando e atendendo os clientes em casa, continuei com os contatos e apostei no boca-a-boca. Tava girando o dinheiro e não tinha mais o custo do aluguel, água e luz do estabelecimento.

Aí veio a pandemia e a Aventura de Construir continuou perto da gente, continuou ajudando demais. No dia 23 de março, o pessoal da Aventura me ligou pra saber como eu estava, entender quais eram minhas necessidades mais urgentes e da minha família. E foi muito bom, eu tava baixo astral, sem perspectiva. 

Depois da conversa, recebi várias orientações de como enfrentar este momento: me ajudaram a entender o auxílio emergencial do governo e compartilharam vagas seguras de emprego e falaram que poderiam me indicar.

Além de tudo isso, ainda me abriram a cabeça, me falaram sobre um edital Matchfunding Enfrente, Fundação Tide Setubal, eu nem sabia do que se tratava. Mas eles me explicaram com muita paciência que era uma oportunidade de financiamento coletivo para enfrentar os efeitos da pandemia na periferia É coisa nova, sabe. Não é fácil entender, mas consegui.

Aí me juntei com mais outros pequenos empreendedores da periferia e o pessoal da Aventura ajudou a gente escrever um projeto bem legal. Fomos selecionados e agora a campanha está no ar e estamos nos mobilizando todo dia pra divulgar e arrecadar doações para manter nossos empreendimentos vivos. 

Me sinto mais vivo, e foi muito legal e diferente me envolver nisso… Nunca tinha feito nada disso. Nós nos tornamos mais presentes pra poder trabalhar junto através de redes sociais… Muita gente tem entrado em contato por telefone comigo pra saber do projeto, e vejo que cada vez explico mais firme….e sinto que estou me entrosando mais com as pessoas, amigos, isso ocupa a cabeça, e ajuda também a divulgação do meu negócio.

Eu e os outros empreendedores estamos nos tornando cada vez mais protagonistas nesse projeto, eu gostei muito e super valorizo. É uma coisa muito interessante pra gente, to muito feliz.

Aqui fica meu agradecimento, que Deus Abençoe, que essa ONG cresça cada vez mais. Estamos juntos, indico o trabalho de vocês para outros empreendedores aqui no bairro e quero indicar para outros bairros também...porque é essencial isso aí na vida da gente, temos que ter conhecimento e buscar coisas novas porque sem uma idéia, sem um projeto e meta a gente não chega a lugar nenhum e essas coisas aprendo todos os dias com a Aventura de Construir.”

Só podemos sair dessa crise juntos. Assim, nos descobriremos mais humanos! Faça parte desta transformação solidaria!

Apoie quem faz uma diferença ainda mais nesta emergência, clicando aqui!

E acompanhe protagonistas como a gentenas redes sociais: Instagram, Facebook

Aventura de Construir