Doe agora

O improvável é um dos ingredientes para o sucesso!

Assim como todos os empreendedores, empresas e principalmente ONGs, não estamos imunes as mudanças e temos que ficar sempre atentos ao cenário que nos cerca, visando oportunidades para o crescimento e atentos aos riscos que nos cercam.
Por mais que seja desconfortável operar diante tantas alterações, é importante destacar que são nessas horas que podemos vivenciar: o nosso poder de adaptação, a força da nossa missão e para finalizar (e o que nos deixou encantados) como conseguimos conquistar a confiança de algumas empresas, parceiros e pessoas durante a nossa jornada.
E é exatamente nesse momento de reflexão e questionamentos, sendo que a maior de todas era: Como trazer visibilidade para nossa causa e atividades que surge uma exclamação:

“Vamos fazer algo grande, belo e único: um concerto de piano.
Além de ser uma apresentação extremamente mágica, consequentemente disseminamos a nossa missão.”

Eureka! Mãos na massa.
Mas seria possível fazer um evento desse porte com tão pouco tempo?

Até então nunca tínhamos realizado algo tão majestoso. O frio na barriga que normalmente surge no dia da apresentação, para nós, surgiu muito antes, lá nos primórdios dos nossos contatos iniciais e primeiras reuniões para tirar mais esse sonho do papel.
Tínhamos em nossas mãos um mix de ingredientes parrudos que nos fizeram tão felizes que a nossa expectativa aumentava cada vez mais:

  1. Primeiramente, a nossa causa que sempre nos levou a criar novos caminhos e alternativas para continuar desenvolvendo nosso trabalho e impactando centenas de microempreendedores. Sem a nossa missão não teria o evento ou qualquer outra forma de captação de recursos.
  2. O Museu da Imagem e do Som foi algo inesperado e muito além do que imaginávamos. Com uma estrutura incrível, uma equipe solicita, um ambiente incomum e aconchegante. O MIS foi o melhor cenário para o nosso concerto que ilustrou o quanto som e imagem são parceiros de longa data.
  3. O grande destaque do concerto foi o Marcelo Cesena que apresentou maravilhosamente bem as nuances das músicas em uma interpretação de tirar o folego, se mostrando digno e honrado pelo título de embaixador da música brasileira no mundo.
  4. Carismático e muito seguro, o pianista contou histórias dos compositores, lembrou de episódios marcantes de outras apresentações e ainda deu uma aula de como a música é tão importante para o cinema e para as nossas vidas.

Entre a grande atração e a nossa missão, queríamos que a noite fosse muito bem entrelaçada, que tudo aquilo no final fizesse um sentido e que fosse delicado. Não teria pessoa melhor que o mestre do Luxo Carlos Ferreirinha com as sua graça, tato e muito sentimento para ser o cerimonia lista daquela noite. Ferreirinha fez com que o evento não perdesse o ritmo e continuasse mágico.
O desafio foi realizado e o improvável se tornou real. Conseguimos encher o anfiteatro do MIS e o melhor, todos ansiosíssimos pela apresentação do Marcelo.
Ao final do evento pudemos ver que estávamos certos em nos preparar tão bem para essa noite, estávamos expostos, cheio de atrações incríveis e tudo isso foi percebido quando olhamos para o nosso público comovido e surpreendido pela apresentação encantadora.
Agradecemos a todo o público presente, aos nossos parceiros, voluntários, pessoas e empresas que patrocinaram e ajudaram para que esse momento fosse tão lindo e inesquecível.