POR MEIO DO PROJETO CRESCENDO EM REDE, INSPER APOIA A FORMAÇÃO DE EMPREENDEDORES SOCIAIS

O Projeto Crescendo em Rede da Aventura de Construir saiu em um artigo incrível no site do Insper! Um projeto voltado para negócios de impacto social que já está em andamento e que continua a nos surpreender positivamente. O Insper é um dos nossos parceiros na idealização desse projeto e da sua metodologia e como sempre, é um prazer trabalhar com pessoas dedicadas acompanhar protagonistas!

Confira a matéria na íntegra aqui:

O Insper uniu forças à Catálise e à ONG Aventura de Construir para promover oportunidades de formação a empreendedores de periferias brasileiras

Para apoiar a formação de empreendedores sociais em comunidades carentes de todo o Brasil, o Insper participa do Projeto Crescendo em Rede. Idealizado pela ONG Aventura de Construir, a iniciativa tem como objetivo capacitar e assessorar futuros empreendedores para que eles possam trabalhar com ações de impacto social nas comunidades onde vivem.

“Por meio de uma formação bem estruturada e voltada à aplicação prática de importantes conceitos teóricos é possível intensificar o aprendizado desses empreendedores, intensificando o potencial de gerar renda e transformando socialmente suas comunidades. Isso é particularmente fundamental nesse momento crítico em que vivemos”, comenta o professor do Insper Vinicius Picanço.

O projeto também conta com a participação da Catálise Social, uma empresa focada em desenvolver equipes e catalisar a inovação em projetos sociais,  cofundada por nosso alumnus do Programa Avançado em Gestão Pública Tomaz Vicente.

“Trabalhamos nessa parceria com o Insper usando a metodologia de design para desenvolver a programação das aulas. A proposta é impulsionar a construção colaborativa de soluções criadas por empreendedores que de fato vivem os problemas da comunidade no dia a dia e conhecem a fundo as necessidades e desejos das pessoas” comenta Tomaz Vicente.

O Projeto Crescendo em Rede

O projeto é dedicado tanto aos empreendedores que têm um projeto de impacto social desenvolvido, quanto para os que ainda não são empreendedores e desejam iniciar esse desafio.

Ao todo, são disponibilizadas 100 vagas para participar da formação que será totalmente online. A primeira fase da capacitação é composta por 12 encontros ao longo de seis semanas. Após essa fase, os futuros empreendedores ainda contarão com mais 4 semanas de mentorias em grupo.

Após o período inicial de formação, os empreendedores poderão se inscrever em um edital para concorrer a prêmios em dinheiro, que variam entre R$ 3 mil e R$ 8 mil. O objetivo é dar oportunidade para que os participantes possam investir em seus projetos e transformar suas ideias em negócios reais de impacto nas comunidades onde vivem. Além dos valores, os participantes também poderão receber orientações sobre aceleração dos projetos e mentorias para mensuração de impacto.

Um dos diferenciais do Crescendo em Rede é a proposta da democratização do conhecimento sobre empreendedorismo social. Antes de delimitar quem receberá investimentos, todos os participantes poderão ter as aulas e aprender metodologias que impulsionem suas ideias.

Silvia Caironi, fundadora e coordenadora geral da Aventura de Construir, ressalta a importância de um projeto como esse. “As periferias precisam pensar em uma lógica social. A ideia é democratizar para o maior número de pessoas e o afunilamento final será no edital. O nome Crescendo em Rede veio para crescermos juntos, principalmente em um momento como esse, vamos sair como nós e não individualmente”, afirma Silvia.

Conceito do Curso

O método de ensino utilizado para formação desse grupo de empreendedores sociais apoia-se no conceito de design. Dessa forma, o Insper e a Catálise propuseram técnicas para fomentar a colaboração do grupo, trazendo aulas, dinâmicas e oficinas que facilitem a criação de ideias focadas nas soluções para os problemas reais da comunidade.

“As oficinas foram totalmente pensadas para que os próprios participantes, que conhecem bem a realidade ao seu redor, tragam iniciativas para promover soluções reais à comunidade via empreendedorismo”, comenta Vinicius.

“O programa tem base a metodologia do design, uma área do conhecimento focada em criar coisas que não existem. O design utiliza uma série de técnicas para entender as dores e os desejos das pessoas que convivem com o problema. Assim, são criadas soluções alinhadas as reais necessidades do grupo. O design é focado no bem-estar das pessoas”, afirma Tomaz Vicente.

A empatia, o processo de diálogo e a escuta são os principais norteadores das oficinas, que também terão como base os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, da ONU.

Acesso em agosto/2020 em: https://www.insper.edu.br/noticias/crescendo-em-rede-empreendedorismo-social/

Admin Admin