PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PROSPECTIVO: COMO O PLANO DE NEGÓCIOS OTIMIZA O SEU EMPREENDIMENTO

Hoje, o Blog AdC continua a publicação dos artigos escritos pelos alunos do primeiro semestre de Administração da Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado, a FECAP. A iniciativa é uma parceria da AdC com a instituição para que os estudantes tenham contato com o empreendedorismo social.

Foi criada uma atividade complementar voluntária com apoio do professor Edson Barbero e do voluntário Rodrigo Fadelli para que os alunos produzissem textos relacionados ao trabalho da Aventura de Construir. Conversamos com ambos sobre o desenvolvimento do projeto na entrevista que pode ser acessada neste link.

Há algumas semanas, publicamos o texto de Haline Yoko Hamaguti, sobre as dificuldades enfrentadas pelos microempreendedores. Hoje publicamos o texto de Beatriz Solda Rodrigues, Emanuelle da Silva Praseres e Julia Florian de Queiroz sobre a importância de um plano de negócios para o seu empreendimento. Confira!

É fato que empreender no Brasil não é uma das tarefas mais fáceis para o brasileiro, especialmente àqueles mais vulneráveis da sociedade, contudo, mostra-se  crescente o número de Microempreendedores Individuais (MEIs) nesse atual cenário  de crise, e, de acordo com o Sebrae, constam mais de 2,6 milhões de novos MEIs criados em 2020, totalizando cerca de 11,3 milhões em todo o Brasil. Se você se  identifica com essa realidade de empreender, mas não sabe como iniciar e não possui  todos os mecanismos necessários, há um caminho para que comece ou alavanque  seu negócio de maneira certeira. E para isso, vamos ao primeiro passo e o mais  importante: o Plano de Negócios.

Esse planejamento consiste em descrever, por meio da elaboração de um  documento, os objetivos da empresa, bem como o seu desenvolvimento, a fim de  diminuir eventuais riscos no mercado. Assim sendo, pode-se observar as três  principais funções exercidas por ele: 1) Instrumento de Planejamento – planejamento  mercadológico, técnico, financeiro, jurídico e organizacional; 2) Instrumento de  Diagnóstico – avalia a evolução da empresa, ao elaborar um acompanhamento  comparativo (previsto e o que vem sendo realizado); 3) Ferramenta de Financiamento – facilita a negociação e obtenção de capital de terceiros.

Em concordância, cabe ressaltar a importância de se planejar, pois por meio  disso é possível idealizar prospectivamente a trajetória de sua entidade, ao organizar  ideias, de modo a facilitar a comunicação entre os sócios e investidores, colaborando  na captação e alocação de recursos – financeiros, humanos, ou parcerias  (stakeholders). Conclui-se, portanto, que um Plano de Negócios bem estabelecido, é  capaz de estruturar suas finanças, pontuar metas e alcançá-las.

Mas afinal, você sabe como montar um planejamento estratégico para o seu  empreendimento? Confira aqui os principais tópicos que devem ser abrangidos:

  1. Sumário Executivo 

É a síntese do Plano de Negócios, necessita ser simples e conciso, com o  intuito de despertar o interesse e transmitir o profissionalismo da empresa. Para  realizá-lo, você deve destacar, em primeiro plano o nome da empresa, o segmento ao  qual ela pertence, os respectivos clientes e produtos oferecidos. E por fim, pontuar as

missões, visões e valores, conjuntamente ao perfil dos sócios e suas principais  competências profissionais.

  1. Análise de Oportunidade e do Contexto 

Há a avaliação tanto do aspecto externo da ideia, ou seja, sua relação com o  mercado, quanto do âmbito interno, ao correlacionar o perfil empreendedor usando a  Análise SWOT (Força, Fraqueza, Oportunidade e Ameaça), abordando uma perspectiva mais ampla, definindo o nicho de interesse da empresa, bem como seus  fornecedores e potenciais concorrentes.

  1. Descrição do Negócio 

Define a estrutura e o funcionamento do empreendimento, para que seja  compreendida a sua função na geração de valor agregado. Assim, contempla a  organização, a liderança e a administração, considerando os clientes atendidos, os  produtos oferecidos e a precificação dos mesmos.

  1. Projeções Financeiras 

Engloba relatórios contábeis, como: listagem de custos e despesas,  demonstração do fluxo de caixa e também simulações como o break-even point – ponto de igualdade entre custos e receitas (lucro nulo).

  1. Anexos 

Inclusão de referências visuais como gráficos e imagens, e informações  pessoais dos empreendedores participantes, tais como currículos e experiências  profissionais anteriores.

Com isso, viemos demonstrar a relevância em consolidar um Plano de  Negócios assertivo para acompanhar, de forma analítica, o desenvolvimento da  empresa, a curto e longo prazo, a fim de tomar decisões racionalmente e evitar riscos  futuros – antecipando situações e elaborando estratégias de competitividade. O intuito da ONG “Aventura de Construir” é fornecer suporte aos MEIs de baixa renda, visando  o início e a evolução de seus empreendimentos, de forma a democratizar o acesso ao  Plano de Negócios àqueles que não tem base ou conhecimento mas possuem força  de vontade e espírito empreendedor.

No blog da AdC você encontra um apoio solidário, através do oferecimento de  cursos on-line, palestras, mentorias e o melhor de tudo: gratuitamente! Este link te dá  acesso ao passo a passo detalhado de como montar seu Plano de Negócios.

Por Beatriz Solda Rodrigues, Emanuelle da Silva PraseresJulia Florian de Queiroz

Beatriz Solda Rodrigues tem 18 anos, cursa Ciências Econômicas pela FECAP está em busca da primeira experiência profissional.

Emanuelle Praseres tem 19 anos, é jovem aprendiz no Esporte Clube Pinheiros e está no primeiro ano da graduação de Ciências Econômicas na FECAP.

Julia Florian de Queiroz tem 19 anos, reside em São Paulo e é estudante de Ciências Econômicas pela FECAP (Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado). Está em busca da primeira oportunidade de emprego.

Admin Admin