Meio ambiente, sustentabilidade e o papel das organizações

O Blog AdC de hoje traz o texto de Nathalia Araújo, estudante de Ciência Contábeis na Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado, a FECAP, sobre o papel das organizações em questões de sustentabilidade e meio ambiente.

A parceria da Aventura de Construir com a instituição tem como objetivo conectar estudantes do primeiro semestre com pautas do empreendedorismo social. A entrevista que realizamos sobre o projeto pode ser acessada neste link.

Adotar uma postura sustentável dentro das organizações é um passo importante, porém difícil. Não se trata apenas de incluir latas de lixo separando materiais recicláveis, vai muito além disso: requer transformações no processo de produção (para indústrias), adoção de critérios rigorosos na seleção de fornecedores, investimento em pequenas ações do cotidiano e uma ampla mudança na mentalidade da empresa e de seus colaboradores sobre o tema.

Muitas organizações deixam o assunto de lado, pois acreditam que não são responsáveis pelas mudanças climáticas e outras questões ambientais, além de não entenderem como isso pode impactar o seu negócio. Sendo grandes responsáveis pelo crescimento econômico do país, as empresas utilizam muitos recursos naturais e, portanto, têm grande responsabilidade nas questões ambientais.

Muitos líderes de grandes empresas no Brasil acreditam que investir em um modelo de negócio sustentável é caro, porém, essa não é uma realidade. Não são necessários grandes investimentos para que pequenas mudanças aconteçam dentro das organizações e as ajudem a ser sustentáveis. Alguns exemplos são: fazer a gestão de resíduos sólidos, reciclar materiais do dia a dia, investir em ações sociais fora da empresa, educar os seus funcionários sobre o consumo consciente de energia, respeitar a legislação ambiental e os recursos naturais, entre outras ações que, se adotadas pela maior parte das companhias brasileiras, podem contribuir com o meio ambiente.

A conscientização de que se preocupar com o aspecto sustentável dentro da organização, além de impactar o meio ambiente e a sociedade em geral, pode ser determinante para o futuro do negócio. Atualmente, as empresas sustentáveis atraem investidores que buscam se associar com organizações que se preocupam com o meio ambiente e os impactos de suas operações na sociedade em geral. A responsabilidade social corporativa é um fator decisivo para que estes investidores decidam aplicar seus fundos nessas organizações.

Os clientes também mudaram seu comportamento e começaram a consumir de forma mais consciente e valorizam empresas com ações focadas na sustentabilidade. Segundo pesquisa da Revista Exame, 64% dos consumidores no mundo vão se atentar para empresas que realmente se importam com a sociedade e o meio ambiente, no Brasil, o número chega a 82%. Adotar políticas sustentáveis traz para as empresas imagem positiva junto aos consumidores.

Ser uma empresa sustentável não é apenas se preocupar com o dia de hoje, mas sim criar um futuro em que todas as etapas da cadeia de produção até o consumidor final, atuem da melhor maneira possível.

Adotar práticas sustentáveis dentro e fora das organizações é de interesse de todos. 

Faça sua parte!

Referências

https://exame.com/negocios/consumidores-querem-empresas-preocupadascom-meio-ambiente/

Nathalia Araujo

Nathalia Araújo, 30 anos, graduada em Publicidade e Comunicação pela Universidade de Mogi das Cruzes e estudante de Ciências Contábeis na FECAP. Atualmente trabalho na SPIC Brasil, multinacional chinesa do ramo  de energia, dentro da área de FP&A.

Vinicius Dutra