ICE e AdC juntos para enfrentar a pandemia!

Desde a metade de março de 2020, a equipe da AdC passou a realizar suas atividades de forma remota em decorrência da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Já estamos em setembro e aproveitar a passagem do tempo para refletir é sempre uma oportunidade para enxergar o que aprendemos até aqui e como estamos. Posteriormente, estaremos prontos para estruturar os próximos passos para seguir a caminhada.

Sabemos que a realidade de todos foi e ainda está alterada. O impacto econômico e social gerado por esta crise está longe de findar.  Agora pense, por um instante, na vida dos microempreendedores de regiões periféricas. 

A AdC realiza um trabalho de acompanhamento profundo encarando de perto as necessidades de seus beneficiários. Em um momento como este, a responsabilidade em acompanhar estes empreendedores foi ainda maior.A equipe teve de lidar com a realidade concreta. As assessorias se deslocaram do método presencial para o online. Essa transição não foi simples, e nem deveria ser, afinal, lidamos com pessoas. Ajustamos métodos, trabalhamos com pesquisas, escutamos nossos beneficiários e sempre… sempre dialogamos muito com toda a equipe.

Hoje podemos dizer sem medo que conseguimos avançar com o acompanhamento dos empreendedores com a mesma responsabilidade e ímpeto típicos do trabalho que sempre a AdC tem realizado. A realidade nos convidou  a  “aprender a aprender”  e esta provocação segue pulsante. 

Além de oferecer o suporte técnico necessário para atender as demandas dos empreendedores neste momento, incluindo o acesso a ferramentas tecnológicas, a AdC também se mantém atenta às oportunidades relacionadas ao nosso público. 

Até agora, podemos reportar as seguintes ações de apoio direto: 

1. Plataforma de financiamento coletivo Matchfunding Enfrente,, lançado pela Fundação Tide Setubal em parceria com a Benfeitoria, para responder às demandas da nova realidade imposta pela emergência do COVID 19;

2. Rede de doação e apoio mútuo de mulheres LeVila;

3. Outras iniciativas pontuais, como o apoio oferecido pela Casas Bahia e o Grupo Pão de Açúcar.

Mas qual foi o papel da AdC em relação a estas iniciativas?

Dentro das assessorias, orientamos mais de vinte empreendedores a aplicar em pelo menos uma das iniciativas citadas acima. A orientação uniu saberes técnicos com impacto social positivo.

ProtagonizAí, Alimentação Orgânica para Sociedade, Costurando proteção e Carro do Ovo Contra o Covid foram os projetos aprovados pela Tide Setubal e Benfeitoria.

Os envolvidos garantiram, de forma geral, a continuidade de seus negócios, geração de renda, fortalecimento do comércio local, doação de máscaras e alimentos orgânicos e muita… muita conscientização!

David dos Santos, dono de um estúdio musical,  viu seu faturamento cair a zero nos meses de março e abril de 2020, mas no mês de junho conseguiu R$12.000,00 em doações na plataforma Benfeitoria com o projeto Carro do Ovo Contra o Covid.

Quanta coisa e quanta mudança!!! A AdC nunca tinha entrado nessa onda, muitos empreendedores não sabiam o que era um edital. Mas a graça da vida é que podemos aprender e isso movimenta a vida! Mas para que toda esta reinvenção siga caminho é preciso de diferentes formas de apoio. E ele veio tanto pela confiança dos empreendedores para com o nosso trabalho quanto na confiança de instituições que toparam financiar um novo projeto em meio a uma pandemia.

O Instituto de Cidadania Empresarial (ICE) é o exemplo vivo que queremos falar! O Instituto possibilitou a existência do projeto “Fortalecendo Protagonistas”, o qual foi idealizado pela AdC em junho de 2020 com o objetivo de acompanhar, por meio de assessorias remotas, empreendedores que captaram recursos (e seguem captando) por meio dos projetos LeVila, Tide Setubal & Benfeitoria –  e possuem potencial de gerar impacto positivo em suas comunidades.

A equipe de assessores da AdC acompanha de perto o gerenciamento desses recursos, sempre estimulando a consciência das pessoas em relação às necessidades de cada empreendimento. Para aprender é preciso estar abertos e ser protagonistas.  Para estes empreendedores é mais uma oportunidade concreta de garantir a sustentabilidade financeira de seus empreendimentos. 

E todo esse trabalho, que segue a todo vapor,  só foi possível devido a parceria com o Instituto de Cidadania Empresarial (ICE), uma organização da sociedade civil sem fins de lucrativos, que atua na articulação de líderes e no fomento de iniciativas transformadoras, com foco em gerar impacto social positivo na população de baixa renda.

Abaixo, um panorama geral das doações e dos envolvidos no Projeto “Fortalecendo Protagonistas”:

Nome do ProjetoValor ArrecadadoPlataforma de DoaçãoParticipantes envolvidos
1Protagonizaí32.210,00Benfeitoria + Tide Setúbal10
2Costurando Proteção23.622,00Benfeitoria + Tide Setúbal2
3Horta Orgânica18.810,00Benfeitoria + Tide Setúbal1
4Carro do Ovo contra Covid12.210,00Benfeitoria + Tide Setúbal1
5Mulheres Empreendedoras5.545Plataforma LEVILA13

A tendência das assessorias e a teia de conhecimento na prática!

A partir de junho, período também que começaram os depósitos dos recursos pelas plataformas de doações, alguns empreendedores como a Marcela de Oliveira, empreendedora do ramo da beleza e participante da plataforma de doações LeVila, relatou em uma das assessorias iniciais uma grande dificuldade em realizar o controle financeiro de seu negócio e a separação das finanças entre casa e empreendimento.

A empreendedora é protagonista! Em cada assessoria, ela compartilhava suas planilhas, contas, maneiras de fazer. Somos muito gratos por tanta confiança que os empreendedores depositam em nós. Falar da vida financeira é algo muito íntimo e sabemos deste privilégio!

Hoje as dificuldades da Marcela deram espaço para uma confiança em si gerada pelo conhecimento. Ela consegue realizar seu fluxo de caixa, separar as finanças da casa e do empreendimento e, para além disso, quebrar o tabu com investimentos. Ela estudou e, com orientação da AdC, realizou o seu primeiro investimento pensando no futuro de seu salão de beleza.

Como o caso de Marcela nos mostra, a proximidade criada pelas assessorias estreita o vínculo e potencializa a confiança. Fundamental para a pessoa se sentir segura e conseguir aprender. Assim é possível ir cada vez mais a fundo. A equipe da AdC conseguiu verificar, por exemplo, como tendência geral entre os empreendedores do projeto – desde a captação dos recursos até a fase atual de gestão dos recursos –  uma maior conscientização em relação às suas próprias necessidades e o decaimento de ações realizadas por impulsividade.  

Oseni da Silva, empreendedora do ramo alimentício, entregou o ponto comercial alugado devido a pandemia, e decidiu usar o recurso recebido pelas plataformas LeVila e Benfeitoria/Tide Setúbal para reformar a garagem de sua casa, espaço que será nesta nova fase destinado para retomar as atividades comerciais com a venda de bolos. Oseni foi firme e entende que a entrega de seu ponto não o fim de sua jornada, pelo contrário, é um belo recomeço com muita coragem. 

O protagonismo também faz parte desta rede de atitudes que enxergamos como tendência geral destes participantes. Eles se envolveram com linguagens totalmente novas: a dos editais, projetos, questionários socioeconômicos, divulgação, etc. Tiveram que lidar com seus próprios medos, e sim, tiveram momentos que desanimaram, mas estavam sempre abertos para seguir em frente.

Wagner Felix e Maria Alcione, com o projeto Costurando Proteção, causaram impacto social e econômico no bairro do Morro Doce, periferia da Zona Oeste, ao unir a doação de máscaras para pessoas em alta vulnerabilidade com a contratação de pessoas que estavam desempregadas. 

Maria Eliane Caputo, dona de um salão em Pirituba que trabalha principalmente com o empoderamento de mulheres afro, após receber os recursos da plataforma LEVILA e Benfeitoria/Tide Setúbal, decidiu – junto com a família – quais seriam as prioridades financeiras para poder reabrir o salão de cabeleireiro e hoje, junto com o marido, Maria Eliane está fazendo a gestão por meio de software, situação que não ocorria antes da pandemia.

Edilsa, dona de um restaurante e lanchonete no Sol Nascente, sob a orientação da AdC decidiu, por hora, guardar os recursos recebidos pela plataforma LeVila. Em um primeiro momento, Edilsa pensou em reformar sua casa onde desenvolve o próprio negócio, mas, analisando o contexto atual, repensou e está na fase de elaboração de um planejamento concreto para utilizar o recurso da melhor forma possível.

UFA!

Quanta história bonita. Mas não queremos aqui passar a imagem de que tudo foi fácil, do dia pra noite. Teve e tem muita luta, muita anotação, estudo, falha de conexão, mas também muita, muita boa vontade. 

Os empreendedores que não viam saída em meio a crise da pandemia, tiveram uma nova oportunidade de melhorar a gestão do empreendimento, com os recursos recebidos. Nas assessorias realizadas, percebe-se um maior profissionalismo com a área financeira do empreendimento e com isso passam a ser melhores empreendedores, capazes de fazer o seu empreendimento crescer de forma estruturada, com o mínimo de risco possível.

E ainda tem mais!

No dia 21 de agosto, uma sexta-feira fria, o ICE e a AdC se reuniram para encurtar as distâncias e criar vínculos entre financiadores e participantes do projeto num bate papo com nove empreendedores representantes do “Fortalecendo Protagonistas”.

Foi um momento e tanto para criar e fomentar o espaço de diálogo entre os empreendedores e a equipe do ICE, representada na ocasião por Fernanda Bombardi e Mariana Guimarães. Momento para dar vida, rostos e voz às histórias de cada um!


Para além do sentimento de  emoção compartilhado por todos os participantes do bate papo, todos saíram fortalecidos e acreditando no processo de aprendizado como ferramenta fundamental para superar as dificuldades e tornar a vida mais leve.

O ICE, como já comentado, é um instituto de Cidadania Empresarial e a AdC entende que os participantes deste projeto atuam em seus empreendimentos criando e exercitando também um senso de cidadania e pertencimento dentro de suas comunidade. Afinal, partilham do desejo de melhorar cada vez mais a realidade ao seu entorno. 

Valeu ICE! Esperamos que este projeto se transforme em novas jornadas desta parceria!!!

Admin Admin