Encerramento do “Lamberti Transforma”: apostar para a transformação em cada fase!

No dia 14 de setembro aconteceu o evento online de encerramento do projeto “Lamberti Transforma”. A sala estava cheia de participantes, equipe e voluntários AdC e Lamberti. 

Foi um momento para festejar! Festejar a conclusão de uma etapa, mas sem deixar de pensar no futuro. A pergunta que serviu como direcionamento para o evento foi: Como você vai continuar o que começou no projeto? 

E antes de compartilhar algumas das respostas, topam uma breve retrospectiva?

Para saber sobre o começo da parceria entre AdC e a corporação química internacional Lamberti e os primeiros avanços do projeto, basta clicar aqui!

Apesar do projeto inicialmente ser exclusivo para mulheres, analisando o perfil dos inscritos, decidiu-se em conjunto com a Lamberti, aceitar uma pequena porcentagem de homens. O interessante é que eles se inscreveram por indicação de suas próprias familiares (mães, namoradas, esposas, tias, etc).

As atividades do projeto foram desenvolvidas no online e dividas da seguinte forma:

  1. 8  tutoriais sobre temas do universo do empreendedorismo, introduzindo aspectos tecnológicos;
  2. Assessorias (atendimentos personalizados individual e em grupo) para ideação de soluções;
  3. Assessorias para prototipação.

Em todas as etapas, a AdC contou com o seu time qualificado de voluntários e recebeu  apoio de profissionais da Lamberti para fortalecer esta rede. Compartilhamos o exemplo de Nelson Peres, Supervisor Financeiro da Lamberti, que participou como ouvinte e depois formador nos tutoriais sobre Gestão Financeira do Empreendimento. Ele apresentou uma planilha de fluxo de caixa planejado para os participantes.

Além dos voluntários, também foram envolvidos empreendedores de outros projetos AdC no sentido de fomentar a lógica de multiplicadores e trazer mais prática com exemplos concretos dos desafios vivenciados e as estratégias de superação.

Tutoriais: Foram mais de 280 participações na etapa dos tutoriais. Engajar é despertar interesse e entender o outro como ser humano. Por isso, sabendo da rotina intensa das empreendedoras, fez parte do trabalho da AdC perguntar para aqueles que faltavam se estava tudo bem, se existia algo que gostaria de compartilhar. Esta ação foi valorizada na fala de empreendedoras, que relataram sobre como o contato direto as motivou a iniciar e continuar o curso em momentos difíceis da vida pessoal e empresarial.

Assessorias: Na 2ª etapa de assessorias, foram contabilizadas 143 participações, sendo 58% de forma individual e 27% realizadas em grupo.  Para solucionar algumas das dificuldades sobre gestão financeira, a equipe AdC se serviu de metas que incentivassem os participantes a registrarem entradas e saídas dos empreendimentos para depois contabilizar os custos fixos e variáveis. Foi ressaltada a importância em realizar a separação entre casa e empreendimento e definir o próprio salário/pró-labore (mesmo que simbólico).

Vale comentar que para alguns foi necessário retomar temas da gestão financeira da casa trabalhado um orçamento doméstico em conjunto, para assim, poder avançar com base, para as próximas etapas.

Nesta etapa foi possível identificar que a colaboração dentro das famílias com o  acompanhamento da AdC fortalece também a autoestima dos participantes e por consequência incentiva a valorização do próprio trabalho. Vagner Pinheiro (de headphone) e Débora Pinheiro (de vestido) são pai e filha que iniciaram o curso juntos!

Vagner é aposentado e começou a produzir e comercializar facas, entrando para área da cutelaria. Após a 1ª assessoria de Vagner, ele realizou seu cadastro como MEI (Micro Empreendedor Individual). Débora é engenheira de formação, mas atua como fotógrafa e durante as assessorias conseguiu implementar um planejamento de atividades realista. 

Etapa final de prototipação:

Dos 26 que concluíram o ciclo, 15 empreendedores seguiram para a etapa de prototipação.  A etapa de prototipação foi dividida em 2 grupos:

Grupo 1 – Para aqueles que já possuem um empreendimento: apresentaram como objetivo a realização de um protótipo.

  • 30% dos participantes desenvolveram planilhas de fluxo de caixa e gestão financeira do empreendimento; 
  • 30% planilhas de controle/acompanhamento de agendamento de clientes;
  • 23% dos participantes desenvolveram Reels para atrair mais clientes;
  • O restante se dividiu entre:  1. Criação de E-commerce, 2.Elaboração de Logomarca e 3.Evento específico de vendas. 

Para a empreendedora Maria Susette, dona de um salão de estética em Nova Odessa há mais de 20 anos, a escolha da planilha de fluxo de caixa como seu protótipo mudou sua visão do empreendimento. 

“Com os dados da  planilha tenho segurança para tomar as melhores decisões visando o aperfeiçoamento do meu negócio. E acendeu a “luz de alerta” para as despesas que estão muito altas. Hoje tenho controle das minhas finanças, que há 24 anos eram incertas, assim fico contente com o produto entregue.” 

Grupo 2 – Fase de implementação: apresentaram como objetivo a realização de um plano de negócio adaptado.

As empreendedoras (1 da área de consultoria e 1 de vendas de joias e semijoias) focaram primeiramente em responder: 1. Quando você pretende abrir seu empreendimento? 2. O que vocês precisam para isso?

No começo, as respostas eram genéricas e não levavam em conta uma definição de prioridades (elas diziam que precisavam abrir um MEI, fazer cursos mesmo sem definir o público alvo, etc). O objetivo foi aprofundar partindo da realidade das empreendedoras. As metas aos poucos se tornaram mais tangíveis, por exemplo, elas foram orientadas a realizar um levantamento da estrutura que o empreendimento deveria ter ao se iniciar e os custos a serem arcados para tal.

E o encerramento?

Quanta coisa, não é? 

E aí voltamos para o dia 14/09, encerramento do projeto com a pergunta:

Como você vai continuar o que começou no projeto?  Dentre falas tão potentes, exemplos concretos de descobertas sobre si mesmo e aprendizados sobre como desenvolver os caminhos necessários, Silvana Molina (ramo da estética) compartilhou que o projeto a fez olhar mais para o outro – criar empatia e desejo de mudar não só a própria vida, mas como contribuir para uma mudança do entorno.

“Quando algo me faz bem, melhora minha vida, eu quero multiplicar este conhecimento. Eu quero passar adiante. E o projeto fortaleceu isso em mim. A  gente torce pela vitória do outro e eu quero fazer parte desta rede!”

Próximo a finalização do projeto, existiu uma pergunta recorrente entre os participantes: O projeto terá continuidade? A força desta pergunta está além da vontade dos empreendedores em continuar o trabalho realizado com AdC e Lamberti neste ou em outros formatos, está na beleza da atitude de muitos, em se colocarem disponíveis para multiplicar os conhecimentos e fomentar outras transformações, seja na divulgação ou execução de outro projeto.   

Lamberti, a nossa gratidão total! Empreendedores, sigam sendo protagonistas em sua jornada – de olhos atentos e coração aberto.  Nós da AdC, esperamos profundamente nos encontrarmos em breve! 

Curta aqui o vídeo realizado especialmente para o encerramento do projeto.

Admin Admin