Laços, pequenas vitórias e empreendedorismo feminino

Carla Adams é uma empreendedora que se identifica com muitas mães, esposas, donas de casa e artesãs.

Sua jornada iniciou-se em março de 2019, a partir da necessidade de gerar uma renda para manter o sustento da família diante do desemprego do marido.

Buscando alternativas de artesanatos para fazer e vender, junto com a facilidade de trabalhar em casa, Carla descobriu no Youtube o universo dos acessórios de cabelos. Com o investimento de R$150,00 comprou um pouco de material e iniciou a confecção dos primeiros laços, tendo como base cursos online gratuitos.

O dia a dia não era fácil, Carla produzia os acessórios e saia de carro com o marido pelos bairros das cidades de Viamão e Porto Alegre oferecendo seus produtos em comércios, praças, feiras, e na rua mesmo. Mantinha essa rotina de segunda a sábado e domingo reservava para estar com a família e descansar.

No mês de abril de 2019 Carla consegue ter uma estimativa de faturamento, nessa época não fazia um controle de receitas e despesas do negócio, pois o importante era ajudar com as despesas da família.

Em outubro do mesmo ano, Carla foi instigada pelas suas clientes a ter uma marca e divulgar os seus produtos nas redes sociais, e com a ajuda de um dos seus filhos, nasceu a “Baby Ties” Laços, nome que utiliza como sua marca de acessórios infantis para cabelos. 

Os anos de 2020 e 2021 abateram as expectativas de crescimento nas vendas, pois diante da pandemia, Carla se viu presa em casa, sem poder fazer suas vendas “face to face” como estava acostumada, afinal, a demanda não era significativa com a nova situação. Ela sentiu novamente as dificuldades financeiras dentro do seu lar.

A divulgação dos seus produtos nas redes sociais era muito tímida e não trazia retorno de venda, mas nesse período já havia aumentado sua linha de produtos, produzindo além dos laços para cabelos, presilhas, tiaras, faixas para cabelo e também pulseiras e colares, sempre na linha infantil.Com essa variedade de produtos criou kits que chamaram muito a atenção do seu principal público, que são as meninas. No final de 2021, o cenário das vendas começou a demonstrar um crescimento gerando uma esperança em Carla em alavancar suas finanças.

Com essa variedade de produtos criou kits que chamaram muito a atenção do seu principal público, que são as meninas. No final de 2021, o cenário das vendas começou a demonstrar um crescimento gerando uma esperança em Carla em alavancar suas finanças.

Carla com os laços produzidos por ela

Em fevereiro de 2022, através de amigos, Carla recebeu o convite para participar do Projeto “Vi A Mão Empoderada de Mulheres Empreendedoras” desenvolvido pela AdC em parceria com o Ministério da Economia de Viamão. A empreendedora viu nessa oportunidade um novo caminho para seu negócio e para seu aperfeiçoamento como empreendedora.

Segundo Carla, antes do curso ela não tinha perspectiva de crescimento para seu negócio, não entendia esse universo do empreendedorismo, vendia para ajudar nas despesas da casa. 

O projeto foi idealizado a partir de 4 etapas, sempre envolvendo capacitações, assessorias coletivas e individuais.  

  1. Fortalecendo meu negócio;
  2. Redes sociais e e-commerce;
  3. Redes de cooperação para o desenvolvimento local;
  4. E agora: como segue meu negócio?

Nas primeiras capacitações o objetivo central era aproximar o participante sobre o significado de empreender. Afinal, muitos já são empreendedores, mas ainda não se enxergam como tal. Era o caso de Carla, que aos poucos foi ganhando segurança com o próprio trabalho, e identificando suas necessidades e pontos de melhora. 

No eixo de planejamento, ela  pode projetar um horizonte para seu negócio: a partir de metas pequenas, porém viáveis e realistas. 

Nas capacitações sobre finanças e precificação de produto, conseguiram despertar na empreendedora novas rotinas, como por exemplo: registro dos custos, realização de fluxo de caixa e  análise diária do seu produto frente ao mercado dos concorrentes. 

Durante as assessorias, a equipe AdC pode acompanhar o desenvolvimento de Carla de forma mais próxima – sanar dúvidas, identificar os pontos de evolução e de melhora, e claro, criar estratégias para execução dos próximos passos.

Hoje, Carla já nos afirma que no mês de abril de 2022 teve o faturamento efetivo, diferente de abril de 2019 onde havia somente uma “estimativa”. Essa afirmação é possível agora porque ela faz controle financeiro, anotando suas receitas e despesas do negócio. 

Ainda em curso, Carla comemora suas pequenas vitórias: afinal, para além de realizar um registro financeiro sistemático, também tem conseguido analisar estes dados e a partir deles, tomar decisões.

A empreendedora compartilha que está vivenciando um dos períodos mais produtivo em suas vendas desde o início de seu negócio. E ela sabe muito bem que esta situação não é resultado de uma mágica, mas sim de um planejamento e ações estratégicas:

  • Aprimoramento da descrição de seus produtos,
  • Estreitamento de vínculo com os clientes antigos,
  • Busca sistemática por novos clientes (a partir de antigos),
  • Ampliação da sua região de vendas.

E tudo isto feito com muito amor e dedicação.

Dentre os objetivos do projeto Projeto Vi A Mão Empoderada de Mulheres Empreendedoras destacamos dois dentro da trajetória da Carla:

  • Identificar, desenvolver e estimular atitudes empreendedoras e protagonistas e
  • Capacitar e assessorar para o desenvolvimento humano e profissional de microempreendedoras periféricas – podemos vivenciar com Carla através das assessorias individuais que esse desenvolvimento vem tornando-se forte a cada execução dentro da sua realidade, dos aprendizados estimulados nas capacitações.

Com certeza essa história ainda tem muitas conquistas para o caminho de Carla que, por meio das capacitações de marketing, já vislumbra novos públicos e locais para vendas, principalmente as redes sociais.

Ela ressalta que tem o objetivo de abrir um quiosque, pois se sente mais segura, está mais organizada, planejada e está conquistando mais confiança com um passo de cada vez se enxergando e se valorizando como empreendedora.

Neste curto espaço de tempo do Projeto, ficamos muito felizes em perceber a dedicação e o crescimento da Carla empreendedora, que não deixa os desvios do caminho acabarem com seu sonho.

Agora que você conhece um pouco da trajetória da Carla, vamos ver as novidades, segue ela nas redes sociais:

Instagram

Facebook


Aventure-se Empreendedor!
Tem interesse em participar dos projetos GRATUITOS da Aventura de Construir? Deixe suas informações e avisaremos quando abrir as inscrições para o próximo!
Vinicius Dutra