Neste ano, nossa Campanha ProtagonizAí está realizando uma série de ações para ampliar a visibilidade da nossa causa e, ao mesmo tempo, apoiar diretamente nossos microempreendedores de impacto social nesse processo. Pensando nisso, organizamos o evento ImpactAí com Marcelo Rocha, o DJ Bola – um dos protagonistas do movimento que tirou o Jardim  Ângela da lista de lugares mais violentos do mundo. Ele ministrou uma palestra para a Aventura de Construir e contou sobre sua trajetória pessoal!

A Aventura de Construir viveu uma noite muito especial na última terça-feira, dia 11/06/2019. Nós convidamos o DJ Bola, um dos protagonistas do movimento que tirou o Jardim  Ângela da lista de lugares mais violentos do mundo, para bater um papo com nossos microempreendedores sobre negócios de impacto social. O melhor de tudo? Ele topou compartilhar sua experiência pessoal com microempreendedores de baixa renda.

O DJ Bola promoveu reflexões importantíssimas ao público presente no evento, contando sua experiência pessoal e o caminho que seguiu desde sua adolescência motivada pelo Hip Hop até desenvolver seu próprio negócio social, ou melhor, uma aceleradora para potencializar os negócios sociais que nascem nas periferias: a ANIP (Aceleradora de Negócios de Impacto da Periferia), iniciativa de sua produtora A Banca em parceria com Artemisia e FGV CEEN (Centro de Empreendedorismo e Novos Negócios) que desenvolve negócios de impacto social em bairros de baixa renda situados no município de  São Paulo.

Essa palestra com o DJ Bola impactou tanto os microempreendedores que logo se transformou num bate papo, onde os participantes compartilharam suas experiências e começaram a pensar em planos para o futuro, refletindo sobre como seus empreendimentos podem se adaptar a uma realidade transformadora, onde o negócio não é só seu lugar de sustento, mas também um espaço que multiplica mudanças no território e gera impacto socioambiental.

Empreender sempre está relacionado com uma vontade enorme de realizar um sonho, se destacar profissionalmente, ter sucesso, conquistar independência financeira e possibilitar mais conforto para nós mesmos e  nossas famílias. Mas a parte mais motivadora desse sonho é perceber que um negócio também pode gerar impacto positivo para sociedade, o que muitas vezes é deixado de lado pelos microempreendedores.

Mas, afinal, o que é um negócio de impacto social? O DJ Bola também explicou isso! E, resumidamente, podemos dizer que se trate de um empreendimento capaz de transformar a realidade ao seu redor. Ou seja, é a alteração de contexto que um negócio gera na realidade onde está inserido. Se você tem um mercadinho, é um artesão, costureiro ou designer de roupas, se faz comidas típicas ou qualquer outra atividade que colabore para o desenvolvimento humano, social e econômico, você é um microempreendedor que gera impacto social!

Sabemos que a vida das pessoas que empreendem com pouco não é fácil, mas a grande reflexão desta noite nos revela que cada um pode tornar sua vida no trabalho mais estimulante quando associada à geração de qualidade de vida para a comunidade que vive! Isso também se conecta diretamente ao que disse o DJ Bola sobre felicidade, pois ele a vê como algo que podemos escolher. Nesse sentido, ele trouxe como exemplo a questão financeira, a qual muitas vezes funciona como correlato de felicidade para muitas pessoas. Mas, ele fez a seguinte pergunta aos participantes: “O que adianta ter dinheiro, se no lugar onde eu moro um carro de aplicativo não me leva até lá? O que adianta eu ter dinheiro, se no lugar em que eu moro não há um bom restaurante, um cinema ou um centro cultural para frequentar?”

Essa provocação nos fez refletir muito sobre quais caminhos devemos e podemos seguir, entendendo sempre que os erros e dificuldades que a vida nos apresenta precisam ser questionados continuamente. É urgente nos perguntarmos por quê, essa é a pergunta que abre oportunidades e que move cada um em direção ao crescimento pessoal.

A banda Abôrigens, a qual o Marcelo Rocha é DJ, tem uma música com o seguinte refrão: “Se permita ver a vida de uma forma diferente”! É assim que saímos da palestra, refletindo sobre como ver a vida, e tudo que a envolve (trabalho, negócios, família) de forma diferente… De forma que promova impacto social positivo para cada um de nós!

Mas ainda temos uma reflexão final sobre essa grande noite! Nós, da AdC, saímos deste encontro nos perguntando também sobre nosso papel na vida dos microempreendedores que assessoramos. A percepção que tivemos amplia o nosso olhar para o que está ao nosso alcance, pois entendemos que é possível colaborarmos com nossos beneficiários para além do que já fazemos hoje, apoiando-os na identificação de oportunidades para crescer com consciência sobre os negócios de impacto social. Deste modo, a AdC pode apresentar um pouco mais deste universo e realizar um trabalho que potencialize o horizonte deste público!

A Aventura de Construir novamente agradece ao DJ Bola por ceder seu tempo e permitir uma reflexão capaz de mudar o comportamento das pessoas!

Um pouco mais sobre o DJ Bola

Ele também é pai de 3 filhos, já foi homenageado pelo Trip Transformadores por ter sido um dos protagonistas do movimento que tirou o Jardim Ângela da lista de lugares mais violentos do mundo, triste posição que o bairro ocupou ao longo dos anos 90. Em 2000, quando o bicho ainda pegava na vizinhança, fundou a A Banca, onde é Diretor Executivo e foi responsável pela conexão com empresas do setor 2.5, criando parcerias estratégicas com a Artemísia, NESsT, ICE, FGV CENN, Vox Capital, Via Varejo, Fundo MOV, Quintessa, Instituto Papel Solidário, Social Good Brasil (Fellow), entre outras. Fundou o Primeiro Fórum de Negócios de Impacto da Periferia, onde desenvolveu a Aceleradora NIP. Atualmente, também é palestrante que fala sobre Quebra das Barreiras Sociais; Análise e Conjuntura da Periferia; Potencial transformador a partir do HIP HOP; Ecossistema de Negócio Social de Impacto da Periferia; Inovação Social; Avaliação de Impacto; Atuante da Coalisão Nacional.


Lucas Bizerra