Curiosidade, criatividade e natureza

A Jornada de Sustentabilidade deste mês apresenta a história da Taís Fonseca, empreendedora da cidade de Viamão, RS. Ela, que é uma das participantes do projeto “Vi a mão Empoderada de Mulheres de Empreendedoras” produz e comercializa o Refrim di Capim, bebida fermentada não alcoólica de receita própria.

Conheça mais dessa história abaixo!

Taís Fonseca se identifica como uma buscadora das próprias curas, pratica meditações, gosta do ar livre e nos conta que os caminhos trilhados até aqui foram marcados pela busca constante de expressar sua criatividade. Transborda atitudes culturais através do violão, do canto e é professora de yoga. 

Descobriu interesse sobre bebidas naturais ao ler um livro sobre PANCS (Plantas Alimentícias Não Convencionais) em 2018, indicado pelo seu pai que havia preparado uma receita de bebida deste livro. 

Essa leitura despertou a curiosidade de preparar uma bebida diferente da Kombucha que já era consumida, pois a fermentação da kombucha ocorre através do SCOBY (cultura simbiótica de bactérias e leveduras). 

A criatividade foi aflorando e a receita de uma bebida com a combinação de 3 plantas nasceu: uma destinada para fermentação da bebida, outra para coloração da bebida e a última para o sabor da bebida. 

Nesse momento em 2018 Taís começou a produzir a bebida “divertida” com cores, borbulhas e sabores que fidelizou amigos, familiares e principalmente crianças que frequentavam sua casa. Neste momento o nome da bebida era “Baccharis”, nome científico da carqueja, um dos ativos da bebida. 

Em uma conversa informal com amigos, veio a necessidade de colocar um nome na bebida e Refrim surgiu descontraidamente. 

Primeiras bebidas produzidas em 2018 

Por meio de uma provocação de um amigo que Taís foi aguçada a levar a bebida para “vender” em uma feira. Recorda que levou em torno de 15 garrafinhas pets, com o rótulo dos ingredientes escritos à mão e vendeu tudo. 

Inicialmente gostou dessa experiência de feira: falar do seu produto foi gratificante, mas a parte de cobrar, organizar o troco e controlar o financeiro achou “chato”.

Continuou participando de feiras, foram momentos de grande dúvida porque trabalhava durante o dia e chegava quase no final das feiras para vender seu produto. Era cansativa essa rotina, mas o que impulsionava Taís a continuar era o prazer de falar combinação quase mágica que conseguia através das plantas. 

Como tudo parece acontecer “naturalmente” com Taís, foi assim também que pelo olhar puro de uma criança surgiu o complemento do nome Refrim. 

Ao ser questionada sobre o que estava bebendo, uma criança respondeu: – “A bebida da Tatá, acho que é de Capim.” 

Taís não teve dúvida e batizou o Refrim Di Capim! 

Em 2019, Taís participou de um curso de agroecologia e através de feiras organizadas entre os alunos apresentou sua bebida. O professor do curso a incentivou a ver o produto como um negócio e procurar uma incubadora de negócios e se inscreveu no Instituto Federal do Rio Grande do Sul para fazer testes sobre a composição do seu produto. 

Perante a pandemia em 2020, fez o primeiro investimento no seu produto, comprou:

  1. Filtro de barro para melhorar a qualidade da água; 
  2. Notebook usado para organizar fotos e começar a divulgar seu produto nas redes sociais. 

Em 2020, mesmo com a pandemia, as vendas foram muito boas. Taís fazia a entrega nas casas dos clientes, e este hábito contribuiu na fidelização de muitas pessoas. 

Este período também proporcionou a Taís se dedicar mais a elaboração do seu produto e de 40 experiências elencou 8 sabores para serem comercializados. 

Como já possuía MEI por ser professora, Taís acrescentou o item de venda de produtos e começou a controlar mais suas vendas. 

Taís a e experiência com a AdC: 

Por meio de um grupo de mulheres no Whatsapp, em 2021, soube do curso Vi a mão Empoderada de Mulheres de Empreendedoras e decidiu que seria uma oportunidade de conhecer mais desse universo do empreendedorismo. 

Neste momento, com o início das capacitações e assessorias em fevereiro de 2022, Taís teve a virada de chave e enxerga seu lado empreendedora. 

Planejamento e organização financeira foram os pontos principais que Taís viu na teoria do curso e aplicou na prática em seu negócio. 

Hoje em dia, Tais: 

  • Realiza compras dos insumos que precisa em quantidade para as produções programadas 
  • Registra suas receitas e despesas de forma sistemática; 
  • Acompanha o lucro do empreendimento; 
  • Toma decisões a partir dos dados financeiros. 

No mês de Agosto teve um faturamento que considerou bom. Sabia que o valor seria abaixo da média, uma vez que é inverno, e as pessoas consomem mais bebidas quentes. 

Para setembro, Taís comemora o faturamento de mais acima de todos os meses deste ano.

As parcerias também são fator importante para o negócio, participação em feiras, venda em espaços culturais, divulgação em redes sociais de outras empreendedoras.  

Feira 2022

Durante as assessorias individuais do projeto, percebeu-se a necessidade de aprofundar temas específicos sobre a composição do produto de Tais. Para isso, a equipe AdC recorreu ao time de voluntários e realizou uma ponte entre a empreendedora e Taynara Alves, formada em Química, gestora de Negócio e Inovação (Fatec Sebrae) e fundadora da startup InQuímica. Além destas qualificações, Thaynara é membro do Conselho Consultivo da AdC e trabalhou como consultora em 2019. 

Thaynara membro do Conselho Consultivo da AdC, Taís empreendedora e Lilian Zimmermann coordenadora do projeto Viamão Empoderada de Mulheres Empreendedoras

A assessoria com Thaynara foi um divisor de águas: Taís foi orientada a fazer os testes para medir o PH do seu produto e colocando a mão na massa, comprando os equipamentos descobriu a acidez leve na composição. Modificou o rótulo do seu produto e colocou os componentes. 

Sabor que marca no rótulo 2022

Para aprofundar os testes, seu negócio está na lista de espera do Instituto Federal e pode ocorrer ainda este ano. A especificação dos componentes da bebida, são importantes para Taís, ela quer aprofundar mais ainda sua fala sobre os benefícios que tem certeza proporcionar a saúde através da sua bebida. 

Opções de sabores e tamanhos 2022

 Taís, mulher criativa, com uma busca incansável de disseminar sua criatividade, conceitua sua bebida como resposta ao combate a obesidade infantil gerada pela

participação dos refrigerantes no dia a dia das crianças. Conceitua como resposta ao alcoolismo trazendo essa alternativa para o brinde nas festas, uma bebida natural, com borbulhas. 

Taís empreendedora, vivencia um dos períodos mais produtivo em suas vendas sabendo que não é resultado de um acaso, mas sim de um planejamento e ações estratégicas

  • Compra as embalagens de uma empreendedora recicladora especializada em reutilizáveis; 
  • Possui opção do produto em 300ml, 500ml e 750 ml; 
  • Tem controle de produção para os produtos mais vendidos; 
  • Investe no negócio com o próprio lucro. 

E o que vem de novidade? Ecobag retornável para os clientes, cooperando com a logística reversa; ampliação da cozinha para produção e estocagem do produto; aumento da região de vendas e tudo mais que a criatividade desta empreendedora apaixonada trouxer. 

Todo processo de continuidade do negócio da empreendedora Taís, está estruturado na sua dedicação, seu comprometimento e a vontade forte de viver do seu negócio. Ter a oportunidade de acompanhar esse florescer empreendedora nos deixa com mais vontade de multiplicar essa cultura do empreendedorismo feminino.

Vinicius Dutra