Comunicação Corporativa: como a comunicação estratégica pode ajudar a se destacar e construir relacionamentos de impacto

No blog da Aventura de Construir desta semana, continuamos a parceria com a Agência Experimental Benjamin, da Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado, a FECAP. O artigo “Comunicação Corporativa: como a comunicação estratégica pode te ajudar a ganhar destaque e construir relacionamentos de impacto” foi produzido pelas estudantes de Relações Públicas Anna Longo e Bruna Ferreira, com supervisão da professora Paula Barros.

Confira abaixo!

Por Anna Longo e Bruna Ferreira

Comunicação corporativa: o que é

Desde os primeiros estudos acerca da comunicação até os dias de hoje, nota-se que, a partir deles, tem havido uma visível contribuição no sentido de podermos analisar os diversos contextos em que a comunicação está presente. Com o objetivo de dar enfoque ao empreendedorismo, o artigo de hoje aborda a comunicação corporativa: seu conceito, seus benefícios e nos instiga a refletir sobre a importância de cuidar da comunicação em nossos empreendimentos.

Cultivando um bom relacionamento com seu público

Antes de pensarmos na mensagem propriamente dita, a princípio é necessário entendermos o público com quem a empresa dialoga. Ele pode ser composto pelos próprios colaboradores, clientes, fornecedores e a comunidade em seu entorno que se relaciona com a empresa. Entendendo com quem sua empresa dialoga, é essencial que você mantenha um bom relacionamento com os diferentes públicos.


A título de exemplo, o documentário “Da Terra Nascem Protagonistas” ilustra a relação entre a microempreendedora Sandra e seu fornecedor, Ananias, na qual a relação de trabalho e o contato quase que diário gerou um relacionamento de confiança mútua e uma rede de contatos que beneficiou ambos os negócios: ela por ter adquirido mais conhecimento em logística e empreendedorismo e consequentemente alavancado suas vendas, e ele que, por conta do aumento de vendas de Sandra, passou a fornecer mais produtos, logo, obteve mais retorno financeiro. O cenário citado é um exemplo do poder que as relações impulsionadas pela comunicação estratégica exercem sobre a vida daqueles que conseguem utilizá-la de forma certa, empática e humana.    

A importância e benefícios da comunicação para os pequenos negócios

Sabemos que empreender não é tarefa fácil, mas investir em estratégias de comunicação no seu negócio certamente pode ser a “cereja do bolo” para seu sucesso. Primeiro, é essencial saber se posicionar e dizer para que veio: com que propósito sua empresa nasceu? Onde quer chegar? Qual demanda ela vem para atender? Como pode agregar valor na vida das pessoas? Além de ter isso muito claro para você e as pessoas que trabalham ao seu lado, é imprescindível deixar isso claro ao público, afinal quando as pessoas demandarem por determinado produto ou serviço, sua empresa será a primeira que ele irá recordar e recorrer.

Além do objetivo de atração do público externo para seus serviços, os colaboradores que atuam ao seu lado também podem ser pensados como parte essencial do processo de comunicação. Ter clareza sobre as responsabilidades de cada indivíduo, manter as pessoas atualizadas sobre o que está acontecendo no dia a dia da empresa, promover um canal de comunicação aberto entre as pessoas e estabelecer um relacionamento de confiança entre as partes garante que todos se mantenham engajados no trabalho proposto.

Sandra e Ananias foram exemplos claros de como o bom relacionamento gerado por meio da comunicação estratégica pode fazer com que o seu negócio evolua. Além de incentivar a criação de relacionamentos importantes para o negócio, uma comunicação construída por bases sólidas, que estabelece uma identidade característica e voz pessoal para a empresa, favorece o reconhecimento e mantém aqueles que estão envolvidos direta ou indiretamente  no negócio com a sensação de pertencimento, ou até com a ânsia de pertencer.

Quando o comunicador José Abelardo Barbosa, o famoso Chacrinha, disse que “Quem não se comunica, se trumbica” ele, basicamente, referia-se à comunicação como um grande pilar para todos os setores da vida. Em um pequeno negócio, a frase de Chacrinha nos faz refletir que a comunicação é capaz de destacar o seu empreendimento, impulsionar suas vendas e ser mais lembrado por aqueles que consomem seu serviço ou produto.

Cultura: como sua empresa quer ser lembrada

No final das contas, empresas sejam elas grandes ou pequenas, são compostas por pessoas, são elas que movem a engrenagem e levam os negócios a escalarem seu sucesso. Portanto, manter um diálogo claro e respeitoso com todos, ter o seu propósito muito bem definido e disseminado, mostrar como seu negócio agrega à vida das pessoas e da comunidade, trata-se de peça chave para que todos os envolvidos, direta ou indiretamente, estejam engajados no seu empreendimento,  entendam o sentido de continuar depositando confiança nele e avaliem se o propósito do negócio está alinhado com os valores determinados. 

Vinicius Dutra