Caso de Sustentabilidade

Rodrigo Pedroso de Barros, mora e trabalha na Cidade São Pedro, em Santana do Parnaíba. Em agosto de 2017 começou prestar serviços de assistência técnica. Usava seu próprio quarto para desenvolver o trabalho. Em 2018 abriu a “Nerd Hard”, uma loja de assistência técnica de celulares e notebooks que também vendia alguns poucos produtos, como teclados, mouses e lanterninhas.

Assim começa a Nerd Hard em 2018.

Rodrigo começou ser assessorado pela equipe da AdC em setembro de 2019, por meio da indicação de sua prima, Cristiane Oliveira Moura, dona do empreendimento “Reino da Família”. 

Durante a primeira assessoria do empreendedor, ele relatou que ao abrir sua loja se sentiu perdido e enfrentou problemas relacionados à organização e gestão do negócio. 

Rodrigo conseguiu solucionar alguma destas dificuldades, como por exemplo, aumentou o leque de produtos disponíveis para a venda em sua loja, incluindo capinhas de celulares e carregadores.

Por ser atento e ativo, ele sentiu a necessidade de buscar uma orientação contínua para alavancar o desempenho de seu negócio e aprender cada vez mais. Neste momento, ele buscou a AdC.

A cada assessoria era possível compreender mais  a realidade do empreendedor identificando suas dificuldades e necessidades. Mas era perceptível que os gastos do estabelecimento não eram registrados de forma contínua e nem sempre estavam organizados.

 A “Nerd Hard” contava com 2 funcionário além de Rodrigo e já chegou a trabalhar sem sistema, o que tornava ainda mais complicado o registro dos gastos, mas depois começaram utilizar o aplicativo “Conta Azul” que contribuiu para uma melhor organização do empreendimento. 

Rodrigo foi orientado pela equipe da AdC a ser mais rigoroso com estes registros, realizando um fluxo de caixa e fazer desta atividade um hábito. Também foi relatada a importância de entender o perfil do público de seu estabelecimento.

E veja só… Ainda em setembro o empreendedor realizou uma pesquisa de opinião com seus clientes, utilizando o aplicativo de pesquisa Survey Monkey: após o atendimento ele enviava para eles um questionário. Trabalhou na análise dos dados e ganhou mais segurança ao conhecer mais seu público. 

Ele não parou por aí! Em dezembro apresentou a equipe da AdC uma planilha de Excel com todos os gastos do empreendimento e estruturou mais os seus planos futuros: entendeu a necessidade em investir em seus funcionários e pesquisou cursos de especialização para eles.

Além disso, Rodrigo Identificou duas máquinas que queria comprar: 1. máquina fonte assimétrica e 2. máquina de solda. Ele fez uma pesquisa de preços e definiu como valor limite para gastar  R$2.500,00 e prazo de realização para 2020.

Ao abrir seu empreendimento em 2017, Rodrigo se encaixava na categoria de Microempreendedor (MEI). Durante as assessoria foi relembrado que o faturamento limite anual do MEI é de R$81.000,00 e o empreendedor ficou atento e no final de 2019, se deslocou para categoria de Microempresa (ME) com faturamento limite anual de até R$360 mil.

E 2020?

2020 começou com muitos planos e mão na massa. Rodrigo conseguiu comprar a máquina de fonte assimétrica e ainda está na luta para adquirir a de solda! 

No final de janeiro, Silvia Caironi, Victor, Mayara e Leonardo Valentinis (Conselho Consultivo AdC) fizeram uma visita a “Nerd Hard” e ficaram por dentro das novidades: o empreendedor estava finalizando a construção do site da loja que já está no ar a todo vapor! 

 

Site da “Nerd Hard”

Mesmo com o site no ar e a loja fazendo envios de produtos pelo correio, Rodrigo enfrentou muitos desafios.

Ele havia iniciado uma reforma – o que o obrigou a ficar de portas fechadas para organizar o espaço – e realizou uma grande compra de mercadoria pouco tempo antes do governo determinar o fechamento do comércio.

Mas, além de atento e ativo, Rodrigo também é resiliente: respirou fundo e com toda orientação da AdC conseguiu negociar o aluguel do empreendimento e criar um revezamento entre os funcionários para não deixá-los sem renda. 

Como era de se esperar, o faturamento caiu, porém, o empreendedor conseguiu ganhar um respiro: como ficou fechado no momento da reforma, havia muitos produtos parados, e enquanto outras lojas já haviam esgotado os produtos, Rodrigo conseguiu vendê-los mesmo de portas fechadas. 

Ele também conseguiu auxílio emergencial do governo – o que colaborou minimamente para as contas básica da casa.

Sob orientação da equipe da AdC, Rodrigo e mais 9 empreendedores periféricos, enviaram o projeto ProtagonizAí para plataforma de financiamento coletivo Matchfunding Enfrente, lançado pela Fundação Tide Setubal, em parceria com a Benfeitoria, para responder às demandas da nova realidade imposta pela emergência do COVID 19.

ProtagonizAí  foi aprovadíssimo e arrecadou em torno de R$32.000,00.  O recurso foi dividido igualmente entre os 10 empreendedores e permitiram a continuidade dos negócios durante a pandemia. 

Para gerir este recurso da melhor forma, Rodrigo continua participando das assessorias da AdC, e desde junho, dentro do Projeto “Fortalecendo Protagonistas” financiado pelo Instituto de Cidadania Empresarial (ICE).

Ele vem utilizando o recurso para investir em sua loja com a compra de móveis e produtos. A reforma ainda segue com os últimos ajustes, mas o resultado está cada vez mais empolgante. 

Mas não há tempo para o desânimo. Sabemos que empreender é a tal da travessia arriscada. É fundamental valorizar as pequenas vitórias. Rodrigo é protagonista e nos ensina com sua capacidade de se adaptar às adversidades da vida!

E a Nerd Hard, como está agora?

Após a reforma da Nerd Hard

Escritório organizado e no estilo!

Para quem vendia apenas teclados, mouse e lanterninha, melhorou não é mesmo?

Fachada da loja “O reino da família” de sua prima, Cristiane Moura, e a fachada da “Nerd Hard”ao lado!

Admin Admin