Apesar da gravidade da situação pelo COVID 19, decidimos compartilhar este caso porque ajuda a entender o trabalho que realizamos e a vulnerabilidade do nosso público diante desta emergência. 

Ezio possui uma loja de salgados na Freguesia do Ó, sendo destaque como caso de sustentabilidade em agosto de 2015.  Passaram-se 4 anos desde então, e apesar de alguns momentos de afastamento, ele não permitiu que esta distância fosse definitiva e continua acompanhado pela Aventura de Construir.

Despertar a consciência dos beneficiários é papel fundamental da Aventura de Construir, mas, sabemos que, para mudanças ocorrerem de maneira concreta, é necessária uma relação mútua entre nós e beneficiário. 

Em dezembro de 2014, quando ele mudou o endereço de seu estabelecimento para próximo de sua casa, levou em consideração: tempo de deslocamento e custos com gasolina. Essa mudança teve meses de preparo, então o empreendedor criou uma poupança.  Ao mudar seu empreendimento, realizou-se retiradas nos primeiros oito meses, com objetivo de arcar com aluguel e algumas outras despesas contabilizando um total em retiradas de 80% da poupança. Após este momento, o empreendimento começou a se sustentar, Ezio sabia que este começo seria difícil, uma vez que precisava firmar a marca de seu estabelecimento.

Em 2019, o faturamento mensal do empreendimento foi e seu lucro foram ótimos. Se comparado a 2015, a alteração foi mínima. Segundo Ezio, esses valores se estabilizaram, com exceção de alguns meses críticos. Mas, atualmente, ele se sente muito mais seguro em suas ações: apresenta uma sólida relação com os seus fornecedores.

Em 12/11/2019, em busca de atualização, ele participou do evento ProtagonizAí, um dia inteiro de reflexão sobre os caminhos dos Negócios de Impacto Social. Por mais que seu tempo seja escasso, priorizou o evento. Saiu com novos horizontes e mudanças concretas em vista.

Desde que Ezio começou seu empreendimento, a formalização era uma questão para ele. Por mais que as assessorias e capacitações enfatizassem a importância em se formalizar (se tornar Microempreendedor individual – MEI), ele sempre apresentava alguma justificativa.

No final de 2019, Ezio comentou sobre sua dificuldade em executar os procedimentos necessários para formalização do empreendimento e buscou o escritório da Aventura de Construir para que a equipe o orientasse. O processo foi concluído, mas não para por aí. Ezio está no processo para conseguir o alvará de funcionamento e tomando todas as providências para tal. 

O empreendedor realizou em fevereiro de 2020, o curso obrigatório “Curso de Boas Práticas de Manipulação de Alimentos” direcionado a proprietários de comércio de alimentos, realizado pela Coordenadoria Regional de Saúde de São Paulo. 

Além disso, entrou em contato com a dona do espaço que aluga para conseguir os documentos necessários para o alvará e já reconheceu firma no cartório.

Atitude como essas demonstram o amadurecimento e o protagonismo de Ezio. O percurso ainda é longo e as burocracias também, além disso, Ezio relatou que tem vivido uma série de problemas familiares em 2019, mas o empreendedor continua firme.

Em muitas assessorias, Ezio queixava-se da confusão existente em órgãos como subprefeitura, mas, neste ano, percebemos que seu comportamento também mudou, ele criou o hábito de anotar dúvidas para melhorar a comunicação e se sentir mais seguro.

Algumas dúvidas de Ezio persistiram, como por exemplo, a questão da contratação de funcionário e os próximos passos para conseguir o alvará. Em contato com a equipe da Aventura de Construir, o orientamos a conversar com Reinaldo, contador e voluntário que auxilia os microempreendedores com capacitações e atendimentos.

Ezio já está preparando o seu roteiro de dúvidas e procedimentos para chegar pronto no diálogo com Reinaldo. 

Algo pequeno, mas que compartilhamos com vocês, é que, em uma das assessorias, percebemos que Ezio precisava ter mais organização em seu empreendimento. Ele perdia muito tempo buscando documentos, e às vezes, até os perdia. A orientação foi simples: obter uma pasta para guardar os documentos e registros importantes com cuidados e saber sempre onde buscá-los.

Há menos de um mês recebemos uma mensagem de Ezio com uma fotografia: uma pasta com os documentos guardados. Saber identificar e valorizar mudanças também se faz necessário. Pode parecer pequeno, mas com ela, como podemos ver, vem muitas outras.

Para seguir acompanhando Ezio e muitos outros, estamos:

– Oferecendo mentorias telefônicas e on-line para orientar eles sobre ações concretas e personalizadas diante da situação de cada um;

– Lançamos a criação de um Fundo de Emergência sobre o qual podem encontrar informações no link.

Aventura de Construir